Somos Filiados
A Casa é do Trabalhador, e a questão é Nossa
Voltado ao risco iminente de acidente e doenças ocupacionais
Chapada dos Guimarães e Stº A. Leverger
Barão de Melgaço, Tangará da Serra, Rosário Oeste,
Cuiabá, Várzea Grande, Livramento, Poconé, Barra do Bugres,
Conheça as Cidades que atendemos:
Filie-se e venha conhecer todos os nossos benefícios para você
Visitante: 5000
A+
A-

Mesmo quem não paga sindicato ganha os benefícios de negociações; é justo?



O fim da contribuição sindical obrigatória e o pagamento por boleto, em vez de desconto na folha de pagamento, estão enfraquecendo os sindicatos. Fica uma discussão: é justo quem não paga o sindicato ter os mesmos benefícios dos trabalhadores filiados? Entre as conquistas, estão aumentos salariais, participação em resultados, plano de saúde e vale-refeição..

Os sindicatos perderam 90% da receita com contribuição sindical em 2018. Na prática, estão trabalhando de graça para os trabalhadores que não pagam a taxa.
 
Fim da obrigatoriedade e pagamento por boletos A contribuição sindical, ou imposto sindical, antes cobrada automaticamente de todos os empregados, se tornou voluntária em 2017, com a reforma trabalhista. Ela é anual e tem o valor equivalente ao salário de um dia de trabalho. A discussão voltou à tona neste ano, depois que o governo editou uma medida provisória que obriga a cobrança do imposto sindical a ser feita por boleto bancário, e não mais por desconto direto no salário. A regra já está valendo, mas, como é provisória, pode ainda ser derrubada pelo Congresso. A intenção, segundo o governo, é reforçar a liberdade do trabalhador de escolher pagá-la ou não. A preocupação das entidades sindicais e de advogados trabalhistas, por outro lado, é que a arrecadação caia e enfraqueça os sindicatos ainda mais.

Piso e reajuste salarial valem para todos 

Piso salarial, reajustes anuais, participação nos lucros, plano de saúde, vale-alimentação e vale-refeição são exemplos de benefícios que não estão previstos em lei, mas que passam a ser obrigatórios em um determinado setor uma vez que sejam conquistados pelo sindicato nos acordos coletivos. Apoio jurídico para demissões em massa, processos trabalhistas e previdenciários é outro serviço fornecido a todos os trabalhadores, independentemente de contribuírem ou não.

Lazer e atendimento médico só para quem paga 

Algumas atividades dos sindicatos são exclusivas para quem é associado, como lazer, colônia de férias, atendimento médico e plano de saúde. Neste caso, o trabalhador paga uma mensalidade, como em um clube, que é independente do imposto sindical.
SINTRAICCCM
SINDICATO DOS TRABALHADORES NA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO CIVIL DE CUIABÁ E MUNICÍPIO
Av. Isaac Póvoas, Nº. 1191, Caixa Postal. 323 - Centro - Cuiabá - MT
(65) 3322-1202 / (65) 3623-2141
Desenvolvido pela Angel Sistemas